Equinos App

1 2 3 4 5

Raça: Campeiro

Campeiro

Origem: Brasil

Altura: mínima 1,40 (fêmea) e 1,42 (macho)
Pelagem: principalmente a castanha e a tordilha

O campeiro é um cavalo de porte pequeno, que exibe uma morfologia proporcional, embora a altura da garupa seja levemente superior a da cernelha, traço também
característico das fêmeas pantaneiras. É um cavalo de sela e tração leve, que hoje vive nos planalto catarinense.

O cavalo campeiro é, provavelmente, descendente dos animais trazidos pelas primeiras expedições espanholas na época da colonização. A primeira notícia oficial da presença de equinos que viviam livres em Santa Catarina data do século XVII, quando da abertura do Caminho dos Conventos que, partindo de Araranguá, em Santa Catarina, transpunham as matas da Serra Geral. Para aprimorar a raça, a partir do século XIX, o campeiro foi cruzado com cavalos puro sangue ingleses e árabes, melhorando sua morfologia e funcionalidade tanto na lida com o gado quanto nas corridas de raias, esporte típico da região naquela época.

A criação do cavalo campeiro, antes abundante na região dos planaltos catarinense e gaúcho e na Região dos Pinhais, no Paraná, atualmente se restringe às cidades de Lages e Curitibanos.

Seu tamanho ligeiramente maior do que o pantaneiro pode ser explicado pela maior qualidade e quantidade de pastagem disponível no planalto catarinense em relação ao Pantanal mato-grossense.

Em 1976, foi criada a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Campeiro (ABRACCC), com o objetivo de garantir a preservação e o aumento de indivíduos da raça.

Fonte: Enciclopédia Larousse dos Cavalos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *