Equinos App

1 2 3 4 5

Raça: Anglo Árabe

Anglo Árabe


Origem: Inglaterra, França e Polônia

Altura: 1,45 a 1,60m

Pelagem: todas as cores puras, principalmente a castanha e a alazã.

Suas características físicas variam entre as qualidades do puro sangue inglês e do árabe, dependendo da miscigenação. Porém, a proporção entre sua espádua, seu peito e a profundidade da passagem da cilha é sempre excelente.

Unir, num mesmo indivíduo, as qualidades do puro sangue inglês e do árabe só poderia trazer bons resultados. A experiência foi iniciada no final do século XIX, em países como a Inglaterra, a França e a Polônia. Num primeiro momento, cavalos árabes foram cruzados com puros sangue ingleses. Em seguida, seus descendentes se reproduziram com éguas nativas, que possuíam alguma porcentagem de sangue árabe.

Apesar de suas qualidades, por muito tempo o anglo-árabe não foi considerado uma raça. Uns preferiam defini-lo árabe; outros o classificavam como puro sangue inglês. Alguns só admitiam cruzamentos entre indivíduos puros das duas raças; outros, apenas o cruzamento de anglo-árabe entre si. Uns o chamavam de puro sangue anglo-árabe; outros, de meio-sangue anglo-árabe. Mas todas essas oposições terminaram em 1942, a partir da decisão de catalogar todos os anglo-árabes num mesmo studbook, com uma única condição: para ser inscrito sob o título de anglo-árabe o animal deveria possuir pelo menos 25% de sangue árabe.

Essa raça não é homogênea. Porém, todos os anglo-árabes possuem as mesmas qualidades básicas. Fáceis de educar, principalmente quando bem jovens, eles são exímios saltadores de obstáculos e, frequentemente, campeões de concursos hípicos.

Entre os famosos anglo-árabes está o célebre Farceur VIII, filho de Velox (33,5% de sangue árabe), nascido em 1921, cujos descendentes constituem uma prestigiosa linhagem, com vários campeões de salto de obstáculos.

Também podemos citar Rempart, cavalo do general Wattel, escudeiro-chefe em Saumur entre 1919 e 1930. O adestramento desse animal admirava a todos. Era impossível observá-lo realizando seu piaffer sem aplaudi-lo. Sua habilidade se evidenciou fora do salto de obstáculos (especialidade anglo-árabe), o que apenas confirma as várias possibilidades dessa grande raça.


UMA RAÇA EM MOVIMENTO


O Anglo Árabe é o cruzamento das duas raças mais valorizadas do mundo: o Puro Sangue Árabe e o Puro Sangue Inglês, sendo que o próprio PSInglês originou - se de cavalos Árabes levados para a Inglaterra nos anos 1600 e 1700.

O surgimento da raça através de um programa de criação cientificamente planejado, ocorreu em 1833 no Haras Pompadour na França e seu êxito foi tão espetacular que até hoje é considerado em genética eqüina, o maior sucesso já obtido no cruzamento de duas raças puras.

A idéia central era unir a coragem, resistência e habilidades naturais do Árabe, à velocidade e aptidão atlética do PSI, obtendo um cavalo de sela de bom temperamento, para a prática de qualquer esporte hípico.


Fonte: Enciclopédia Larousse dos Cavalos e www.angloarabe.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *