Equinos App

1 2 3 4 5

O que é ser Gestor em Equinocultura

Conversando com minha colega de faculdade Cristiane Oliveira, ela me disse sobre este seu site (www.equinocultura.com.br) e comentou sobre a sessão de artigos que podemos escrever e publicar.

Ela me convidou a escrever e fiquei pensando sobre o que escreveria da equinocultura. Pois bem, ela é minha colega de sala, e toda vez que digo que sou formado em Gestão em Equinocultura, recebo a pergunta:” O que é isso?” Pois bem, vou tentar dizer um pouco sobre “isso”, e, a maneira que melhor encontrei é dizendo algumas matérias que o estudante de equinocultura aprende durante o curso e um uso prático dela.

De início, uma pessoa que passa por dois anos estudando, falando, e vivendo cavalo praticamente todos os dias, só pode ser uma pessoa que gosta muito de cavalo e isso já é uma qualidade enorme para quem ter uma profissão ligada a esse maravilhoso animal.

Algumas matérias são bem obvias, como Instalações Equestres, o aluno vai aprender a posição, localização e o tamanho ideal das baias, alturas de cochos, instalações em geral o que é muito importante para aquele que está investindo dinheiro na construção de um estabelecimento equestre, e não quer ter prejuízos futuro. Porém a Nutrição dos animais é um fator importante para qualquer estabelecimento equestre de qualidade, o Gestor em Equinocultura vai calcular a necessidade nutricional de cada animal e saber o que o cavalo precisa comer, quando e quanto comer para aumentar o rendimento de animal de esporte, ou evitar o desperdício, importante para a alimentação de éguas em gestação e para o bom desenvolvimento de potros.

Logística, essa matéria ninguém entende a importância, mas quando um cavalo sofre de cólica porque comeu uma ração que, até pode estar estocada de maneira correta, mas esta estragada porque passou o prazo de validade, o Gestor em Equinocultura vai ter um controle do concentrado e volumoso, evitando perdas e desperdício também conhecido como prejuízo. Saber planejar o consumo de concentrado e volumoso e conseguir melhores produtos, prazos e preços. Tendo um planejamento prévio e evitando a falta do produto no estabelecimento equestre.

Terapias Complementares, com essa matéria já ouvi histórias incríveis e que acredito serem verdades.

Todos acreditamos no remédio quando o animal está com algum problema de saúde, mas, e quando eles não solucionam o problema? Acupuntura, homeopatia, massoterapia são alguns exemplos de terapias que um Gestor em Equinocultura não aprende a fundo, mas saberá sugerir, e se interessado saberá onde buscar mais informações e se tornar um especialista e melhorar o tratamento dos animais. Saber reconhecer os sintomas de tétano e providenciar um atendimento rápido a fim de evitar maiores complicações ao animal e gastos, ou seja, prejuízos.

Treinamento de Cavalos, li recentemente sobre a morte de uma égua de 18 anos que fez uma prova em uma escola de equitação. Não vou citar nomes e nem referências pois esse não é o ponto. O aluno que estuda sobre treinamento de cavalos, saberá o quanto de exercício cada animal que por ele treinado, é capaz de suportar. É muito pouco provável que um Gestor em Equinocultura permitisse que esta senhora professora, sim, SENHORA professora, pois uma égua de equitação com 18 anos, experiente, já poderia estar aposentada, não parou e faleceu após a concluir sua última pista apenas.

Prefiro acreditar que ao menos ela morreu fazendo o que gostava, e é por essas que amamos tanto esses animais. Conhecer variadas modalidades, onde mais uma vez vai saber onde buscar mais informações para se tornar um especialista e oferecer melhor qualidade de treinamento e aulas aos alunos do estabelecimento equestre.

Enfim, entre as variadas matérias vistas durante o curso, pois esses foram apenas alguns poucos exemplos, cada área da equinocultura (Manejo, Administração, Saúde e Equitação) tem o seu valor e suas complicações e é por isso que, se você é um aluno ou gestor formado em equinocultura, honre a profissão.

Mas se você é um criador de cavalos ou proprietário de um estabelecimento equestre de qualquer modalidade e raça, reconheça o valor desse profissional, os conhecimentos dele estão evitando muitos gastos desnecessários, tornando seu local de trabalho onde cavalos são bem treinados, tratados, respeitados e dão lucro!

Caso você seja apenas um apaixonado por cavalos, saiba que essa profissão não é fácil, mas é muito gratificante e vale a pena viver junto aos nossos amados cavalos.

Por: Luís Gustavo Drigo
Gestor em Equinocultura
Empresário - Mr. Horse - Equestrian Wear - www.mrhorse.com.br

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Caro , colega Luís Gustavo Digo!
    Fico honrada de fazer parte desse Time de Tecnólogos e Gestores em Equinocultura.
    E aplaudir as belas e formais explicações pertinentes a nossa formação.
    Grande Abraço!
    Att.
    Fernanda Justo
    Diretora Executiva e Proprietária da
    Pé No Estribo - Espaço de Treinamentos.

    ResponderExcluir

Twitter

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *