Equinos App

1 2 3 4 5

Drenagem Permanente

A solução prática e funcional para um piso de baia totalmente permeável e com maior durabilidade

Imagine você entrando na baia do seu cavalo, e logo se deparando com uma cena bastante desagradável, porém rotineira em muitos haras: a cerragem está encharcada, o odor de amônia impregnado no ar, o cavalo com a expressão de desconforto, no meio de dejetos espalhados pela cama. Não é preciso tentar colocar a culpa em alguém nessas situações. Mas, é sempre bom procurar soluções mais práticas para uma melhor manutenção dos pisos de baias.

Quantas vezes você já parou para pensar que o piso da baia poderia ser mais prático para se limpar, que a cama de palha, arroz ou serragem, poderia ter maior durabilidade, ficando mais tempo seca e sem odor? Bem, agora você não precisa apenas pensar no assunto, pode arregaçar as mangas e começar a trabalhar na solução mais rápida desse problema já tão discutido entre proprietários de cavalos.

A execução do piso com drenagem é, muito simples porque não requer mão-de-obra especializada, podendo ser realizado por você ou pelo seu caseiro. Uma das vantagens desse piso é que a cama irá ficar sobre a terra batida, que é mais quente, e por isso, mais saudável para o animal. Vamos lá!

Para começar, remova a terra de dentro da baia, escavando na profundidade de 0,80 m. Em se tratando de baias já construídas, convém que não se escave próximo às paredes; é importante manter uma distância segura por não se conhecer o tipo de terreno e fundação que foi executada na ocasião da construção. Para estes casos, recomenda-se afastar 0,50 m das paredes.

Após a escavação vamos colocar as camadas de pedras da seguinte maneira: 1ª camada = 0,30 m de pedra britada no. 03; 2ª camada = 0,20 m de pedra britada Nº. 02; 3ª camada = 0,30 m de terra misturada com areia e batida. Observe a adição de areia à terra na proporção de uma parte de areia para duas de terra e misture bem. Desta forma aumenta-se a permeabilidade da terra.

É aconselhável colocar entre a segunda camada (pedra) e a terceira camada (terra) uma manta de poliéster tipo "Bidim", que é um material bastante apropriado para drenagens, evitando com o tempo a passagem da terra e areia para os vãos entre as pedras, aumentando dessa forma a vida útil do dreno.

DIMENSÃO

Para que você tenha uma noção da dimensão, volumes e áreas de material, veja os dados abaixo:

- Terra escavada e retirada - 3,20 ml (aproximado)
- Camada de pedra brita nº 03 -1,20 ml (aproximado)
- Camada de pedra brita nº 02 -0,80 m3 (aproximado)
- Camada de terra batida - 1,50 m3(aproximado)
- Manta de poliéster "Bidim" -6,80 m2 (aproximado)


VANTAGENS

Não é preciso ser engenheiro nem arquiteto para construir esse piso com drenagem. Se você tiver um dia livre e puder contar com a cooperação de alguém durante a execução do trabalho, aproveite a chance.

A sugestão de Ronald Motzkus, criador de cavalos e engenheiro, veio facilitar o manejo diário das baias, diminuindo o odor, a umidade e o risco de doenças bacterianas.

Não se trata de um projeto dispendioso. Este piso é sem dúvida muito funcional, dando um bom resultado por longo prazo. Imagine seu cavalo numa cama sempre sequinha, sem cheiro. Com certeza ele vai te agradecer.


Fonte: Arquivo Revista Horse Business
Texto: Ronald H. Motzkus

4 comentários:

  1. Bom dia!!! Tenho um sítio na região serrana do RJ e o inverno é muito frio ... será que este tipo de terminação (terra e areia) não ficaria muito frio para o cavalo? O que me diz de colocar uma camada de serragem por cima da terra e areia?

    ResponderExcluir

Twitter

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *