Equinos App

1 2 3 4 5

Correntes mentais

Há algumas semanas escrevi sobre o “ter” e o “ser”, pelo ponto de vista de um cavalo. Seu cavalo não sabe a marca da sela, a importância do lugar em que vive etc. Seu cavalo acredita no que é colocado para ele viver, em termos de “cavalos” e nunca somente pelo ponto de vista do ser humano. A foto acima encontrada em Facebook, endereçada para as vidas das pessoas tem um cavalo.

Resolvi então pensar sobre o nosso mundo equestre. Quantas vezes vemos pessoas amarrando cavalos por toda noite com sela? Ou mesmo deixando sem comer porque não trabalhou direito? Quantas vezes vimos rédeas, embocaduras mal utilizadas, como uma espécie de “agora você vai ver”? Quantas sessões de trabalho intermináveis, chegadas à exaustão, como forma de punição ou mesmo desconhecimento sobre a forma de aprendizado dos cavalos?

Devemos sempre refletir sobre como e o que estamos fazendo com nossos cavalos. Será que todo o aparato físico vai mesmo desenvolver o “querer”, o “estar de boa”, o “motivar” nos nossos cavalos? Você não acredita nisso? Cuidado... a frase da foto pode estar sendo dita pelo seu cavalo...

Aluisio Marins, MV
Universidade do Cavalo
www.universidadedocavalo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *